Dormir acompanhado de alguém que ronca não é uma tarefa fácil. O som alto e contínuo tira mesmo o sono de qualquer um. Só que esse “hábito” não atrapalha só a pessoa que está ao lado de alguém que ronca. Ele pode também ser prejudicial à saúde do portador.

O que é o ronco e por que ele acontece

O barulho que a gente escuta é causado pela obstrução das vias respiratórias superiores, no momento do sono. Como esse estreitamento dificulta a passagem de ar, acontece uma vibração, que se transforma em som.

O ronco pode ser considerado perfeitamente normal devido à posição que a pessoa está dormindo. Quando a gente dorme de costas, a musculatura da garganta fica mais solta e língua se joga um pouquinho mais para trás. Só que quando esse ruído começa a ficar mais forte, é hora de prestar atenção, porque pode ser um alerta de que algo não está 100% em nosso organismo.

Os riscos à saúde de quem ronca

Essa manifestação do nosso corpo, caso comece a ficar recorrente e não seja causada somente por uma má posição durante o sono, pode afetar nossa saúde, tanto física quanto mental. Alguns desses riscos são:

  • Dor de cabeça;
  • Falha na memória;
  • Dificuldade de concentração.
  • O mais grave de todos é o surgimento da chamada “apneia do sono”, que aumenta consideravelmente as chances com a recorrência do ronco. Essa disfunção faz com que aconteça um fechamento total das vias respiratórias por um tempo maior que 10 segundos.
  • Se não for diagnosticado e tratado devidamente, pode ocasionar sérios problemas à saúde, como aumento da pressão arterial, resistência à insulina para quem sofre de diabetes e até mesmo o agravamento de doenças do coração.
Prevenção e tratamento

Para evitar que o ronco possa vir a fazer mal à sua saúde, no futuro, vale a pena colocar essa listinha na sua rotina diária:

  • Exercícios físicos: o excesso de peso pode comprimir as vias respiratórios, já que você ganha mais tecido no pescoço. Por isso, um treino na academia, uma caminhada ou uma natação podem ajudar a aliviar essas vias;
  • Durma de lado: essa posição deixa a garganta mais livre, ao contrário de quem dorme de costas, que acaba fazendo com que a garganta receba mais pressão;
  • Retrator de língua: esse aparelhinho é muito utilizado por quem costuma roncar bastante. A prótese ajuda a manter a boca fechada e levar a língua mais para a frente;
  • Evite o álcool antes de dormir: a bebida alcoólica deixa os músculos mais relaxados e as vias respiratórias mais abertas, além de também trazer um sono mais agitado;
  • Antes de dormir, escolha alimentos mais leves, de fácil digestão;
  • Mantenha o quarto úmido: o ar seco causa irritação na garganta e no nariz.

Escreva um comentário