É só as temperaturas baixarem que os espirros e a coriza aparecem, não é mesmo? Nessa época do ano, a ocorrência desses sintomas e de outros, como dor de garganta e febre, é bem maior. Mas você sabe diferenciar se é gripe ou resfriado?

Muita gente confunde as duas doenças ou acham que uma é a evolução no quadro da outra. Mas, na verdade, as duas têm agentes causadores distintos. Neste post, falaremos sobre as diferenças e o que você pode fazer para se prevenir e se tratar. Quer aprender como? Então, continue a leitura e confira!

Como saber se o que tenho é gripe ou resfriado?

Se você está com nariz escorrendo, tossindo, espirrando e com dor de cabeça leve, mas consegue fazer suas atividades do dia a dia, é bem provável que seja um resfriado. Porém, se além de tudo isso, você apresenta dor intensa no corpo, dor de garganta, febre alta e não consegue levantar da cama, então você tem uma gripe!

A gripe não é resultado de um resfriado mal curado, como muitas pessoas acham. Elas são doenças causadas por vírus diferentes. Ou seja, para pegar uma ou outra você tem que ter entrado em contato com o vírus responsável.

É verdade que o frio deixa gripado ou resfriado?

Quem nunca ouviu da mãe ou da avó que não pode pegar vento, ficar com o pé no chão ou tomar gelado que vai gripar? Até hoje muita gente associa o passar frio com pegar gripe ou resfriado, mas não é bem assim que acontece.

Como dissemos, é preciso entrar em contato com o vírus. Caso contrário, não há temperatura baixa que deixe gripado ou resfriado. O que ocorre é que nos dias mais gelados, as pessoas costumam ficar em ambientes fechados e isso facilita a transmissão do vírus.

“Mas eu tomei um vento e agora estou espirrando e com coriza”. Você pode até pensar que seja um resfriado, no entanto, pode ser uma sensibilidade ao frio que irritou suas vias respiratórias resultando nesses sintomas.

Como evitar?

A transmissão dos vírus da gripe ou resfriado acontece da mesma forma. Portanto, o modo de prevenção é o mesmo. Esse agente fica na saliva e na secreção respiratória. Ao tossir e espirrar, a pessoa infectada transmite o vírus, que se propaga pelo ambiente.

Por conta disso, o doente deve pôr um lenço no rosto ao espirrar ou tossir e evitar o contato com outras pessoas. Além do mais, tem que manter as mãos limpas e não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres e copos, para evitar o contágio.

Já para quem quer se prevenir, o correto é fugir de ambientes fechados e com aglomeração de pessoas, e também se vacinar contra a gripe. Fique de olho nas campanhas de vacinação gratuita nos postos de saúde para o grupo de risco que inclui crianças, idosos e gestantes.

Como tratar?

Para tratar um resfriado, basta usar remédios para aliviar os sintomas. Também pode-se utilizar dos chás, pastilhas e gomas de mascar que tenham ingredientes capazes de diminuir os desconfortos, como a tosse e a irritação na garganta.

O tratamento da gripe é feito a partir de medicações antivirais e que reduzem os sintomas. É fundamental beber bastante líquido para ajudar a fluidificar e expulsar as secreções, além de evitar a desidratação.

Vale alertar que a gripe é uma enfermidade séria e que pode ter complicações, como a pneumonia, e até levar à morte. Por isso, é importante fazer o tratamento correto e a prevenção.

A gripe ou resfriado são doenças virais e que ocorrem com muita frequência nas épocas mais frias do ano. Portanto, fique atento às nossas dicas de como se prevenir e se cuidar para que não seja pego de surpresa!

Que tal ajudar os seus amigos com essas informações? Compartilhe este post nas suas redes sociais!

Escreva um comentário